Indaiatuba confirma mais um óbito pelo novo coronavírus e total vai para 136

239 0

Guarda civil ficou internado mais de um mês, mas não resistiu às complicações da doença

A Prefeitura de Indaiatuba por meio da Secretaria de Saúde confirmou mais um óbito decorrente de complicações pelo novo coronavírus nesta segunda-feira (10), chegando a 136 mortes no município. O Departamento de Vigilância Epidemiológica registrou ainda 71 exames positivos para Covid-19 e o total vai para 4.783 pessoas infectadas.

O óbito, ocorrido no final da tarde de ontem, foi do guarda civil Ronaldo Juventino da Silva, de 54 anos. Ele estava internado no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo) desde o dia 06 de julho e tinha comorbidades: hipertensão, hepatite C tratada e era ex-tabagista. Ronaldo atuava na Guarda Civil de Indaiatuba desde 1992, deixa mulher e três filhas.

Situação Epidemiológica

Nesta segunda-feira (10) foram acrescentadas 179 notificações de casos suspeitos, 71 novos casos confirmados e outros 175 suspeitos foram descartados. Desta forma, Indaiatuba soma hoje 22.500 notificações; 4.783 casos confirmados, sendo que 136 evoluíram a óbito e 4.601 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar. Atualmente 46 confirmados continuam internados e outros 391 suspeitos aguardam os resultados dos exames. Há cinco óbitos suspeitos em investigação.

Atualmente há 33 pessoas internadas em leito clínico e 29 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 54% para o Haoc e 50% para o Hospital Santa Ignês, referente aos leitos de UTI, a ocupação é de 79% no Haoc e 83% no Hospital Santa Ignês.

error: Conteúdo protegido.