Polícia procura dono de pet shop que atirou em idoso em discussão

70 0

Tribunal de Justiça de São Paulo decreta prisão temporária de 30 dias de Ageu Rosas Galera. Suspeito fugiu e levou imagens

A polícia de São Paulo faz buscas para encontrar o proprietário de um pet shop que atirou no rosto de um idoso em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo, na segunda-feira (1º). O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decretou a prisão temporária de 30 dias de Ageu Rosas Galera.

O jornalista Daniel José de Lima, de 70 anos, foi baleado no rosto após uma discussão com o dono de um pet shop, na rua Tasman, 408, no Jardim do Mar, em São Bernardo do Campo, por volta das 14h30 desta segunda-feira (01).https://32758b513531a60ad3c42f84f632d1db.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Segundo o boletim de ocorrência, o idoso deixou dois cães para que pudessem fazer a higiene no estabelecimento, às 11h00. Daniel tentou contatar o Pet Shop, para saber se o serviço havia sido finalizado, e não conseguiu. Mesmo sem o retorno, ele decidiu ir até o local, junto com uma funcionária, para buscar os cachorros.

Ao chegar, por volta das 14h30, a vítima reclamou do mau atendimento para a recepcionista. Ao ouvir as queixas de Daniel, o marido da proprietária do estabelecimento, que é GCM na cidade de Indaiatuba, Ageu Rosas Galera, entregou os cachorros para o idoso e disse: “Não precisa pagar pelo serviço. Eu pago para não ver mais sua cara aqui”.

A vítima insistiu em pagar pelo serviço e ressaltou que não retornaria mais ao Pet Shop. A proprietária, Letícia Ramos Galera, tentou intervir na discussão. Após ser chamado de “aquele rapaz” por Daniel, Ageu respondeu furioso que era dono do estabelecimento.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, Letícia, então, empurrou Ageu para o andar superior da loja e pediu que ele se acalmasse. Alguns instantes depois, o GCM retornou com uma arma de fogo em punho e atirou no rosto da vítima.

Antes de fugir do local em uma motocicleta, o atirador retirou o disco de gravação do sistema de monitoramento. Segundo a Polícia Civil, Daniel foi encaminhado ao Hospital NotreDame, em São Bernardo do Campo, por Letícia e um funcionário do Pet Shop, em estado grave.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio qualificado no 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo.

FONTE: R7
FOTO: REPRODUÇÃO RECORD TV

error: Conteúdo protegido.