Vereador Prof. Luiz Carlos morreu em decorrência de um câncer

117 0

A Câmara Municipal de Indaiatuba informou o falecimento do vereador Luiz Carlos da Silva, aos 56 anos. Professor Luiz Carlos, como era conhecido, se tratava de um câncer.

O corpo será velado no plenário da Câmara, das 10h às 12h, com as restrições e cuidados necessários, e depois será cremado.

Natural de Tapiratiba (SP), chegou a Indaiatuba em 1990. Formado em Pedagogia, atuou por 30 anos como professor de história e diretor na rede estadual de educação. Trabalhou ainda como diretor das duas unidades de escola particular do município.

Sua atividade comunitária foi também a largada para a vida na política. Morador do Jardim Oliveira Camargo, Luiz Carlos foi presidente da Sociedade Amigos de Bairro, onde intermediou ações relevantes para a comunidade mesmo sem cargo público.

Além das atividades como educador e líder comunitário, também é reconhecido pela participação no esporte local, sobretudo no Primavera Futebol Clube e na descoberta de novos talentos. Candidatou-se a vereador em quatro oportunidades antes de se eleger com 2690 votos, nas eleições de 2020, pelo MDB. Na legislatura passada, como suplente, assumiu a cadeira durante a licença do vereador Pepo Lepinsk, que ocupou a Secretaria de Habitação. Nas duas passagens pela Casa, professor Luiz Carlos teve participação efetiva na Câmara. É autor de 317 proposituras, entre indicações, requerimentos, moções e projetos de lei. No mais recente deles, o projeto 43/2021, propõe a concessão de atendimento prioritário às pessoas com tratamento oncológico.

“Estamos todos consternados com a perda de um colega, de um amigo e de um homem público que pensou em Indaiatuba 24 horas por dia, desde que pisou aqui há mais de trinta anos. Estendemos nosso abraço a todos seus familiares e amigos, com o desejo de que seu imenso legado possa confortá-los”, manifestou o presidente Pepo Lepinsk.

Professor Luiz Carlos deixa a esposa, Maria de Lourdes, os filhos Ana Caroline, Helena e Rodolfo, os netos João Victor e Pietro, e uma legião de alunos que conviveram com seus ensinamentos.

Foto: divulgação

error: Conteúdo protegido.