Conecte-se Conosco

Internacional

FBI apreendeu mais de 10 caixas em operação na casa de Trump, diz advogada

Residência do ex-presidente dos EUA Donald Trump CRISTOBAL HERRERA-ULASHKEVICH/EFE
Compartilhe essa notícia:

Agentes estariam à procura de documentos com informações sigilosas que não deveriam ter sido retiradas da Casa Branca

O FBI levou cerca de 12 caixas da residência do ex-presidente americano Donald Trump na Flórida, segundo confirmaram advogados republicanos à imprensa local.

Christina Bobb, uma das advogadas que representam o ex-líder republicano, disse que estava presente em Mar-a-Lago quando a operação de inspeção ocorreu.

Segundo a advogada, que deu mais detalhes sobre a busca que provocou fortes reações entre os políticos americanos, os agentes do FBI entregaram a ela uma cópia da ordem do tribunal que os autorizou a entrar na residência de Trump.

“A declaração juramentada com a documentação que detalha qual foi a causa provável pela qual obtiveram o mandado (de busca) foi lacrada. Não sabemos qual é a causa provável”, disse Bobb ao site Real America’s Voice.

A advogada, contudo, acrescentou que agentes do FBI lhe disseram que estavam à procura de documentos com informações sigilosas que não deveriam ter sido retiradas da Casa Branca.

Nem o FBI nem o Departamento de Justiça divulgaram uma declaração que explique o motivo da operação até o momento. Enquanto aguardavam qualquer detalhe ou explicação oficial, diversos líderes republicanos, incluindo a liderança do partido, criticaram nesta terça-feira o “abuso de poder” dos democratas.

A Casa Branca, entretanto, assegurou que o presidente, Joe Biden, não foi informado da busca e soube da operação através da imprensa, afirmando que a investigação é “independente”.

Fonte R7

Compartilhe essa notícia:
Continue lendo
Propaganda
Programa Entre Falas com Camila Almeida