Conecte-se Conosco

Mundo

Porta-voz ucraniano: Putin ‘cuspiu na cara do secretário-geral da ONU e de Erdogan’ ao atacar Odessa

Autoridades apertam as mãos em acordo para etomar as exportações de grãos na Ucrânia UMIT BEKTAS/REUTERS
Compartilhe essa notícia:

Ucrânia acusou a Rússia de lançar mísseis no porto da cidade um dia depois de selarem acordo com a ajuda das Nações Unidas e da Turquia para retomar exportações de grãos

A Ucrânia disse neste sábado (23) que a Rússia lançou mísseis no porto de Odessa, um importante terminal do Mar Negro, um dia depois de Moscou e Kiev selarem um acordo para retomar as exportações de grãos bloqueadas pela guerra.

“O inimigo atacou o porto de Odessa com mísseis de cruzeiro Kalibr. Dois dos projéteis foram derrubados pelas forças de defesa aérea. Dois atingiram a infraestrutura do porto”, disse Sergii Brachuk, porta-voz da administração regional de Odessa, em nota nas redes sociais.

Ambas as partes assinaram um acordo com a ONU e a Turquia, em Istambul, para permitir a exportação de cereais que estão bloqueados nos portos ucranianos em uma estimativa entre 20 e 25 milhões de toneladas.

“A Federação Russa demorou menos de 24 horas para questionar, com os ataques com mísseis ao território do porto de Odessa, os acordos e as promessas que fez à ONU e à Turquia no documento assinado ontem em Istambul”, afirmou o porta-voz para o Ministério das Relações Exteriores, Oleg Nikolenko.

Ao disparar mísseis no porto, o presidente russo, Vladimir Putin, “cuspiu na cara do secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, e do presidente turco, Recep (Tayyip) Erdogan, que fizeram enormes esforços para chegar a esse acordo”, disse Nikolenko.

A Rússia terá “total responsabilidade” se o acordo falhar e por “aprofundar a crise global de alimentos”, acrescentou o porta-voz.

Este acordo deve trazer alívio aos países dependentes dos mercados russo e ucraniano, que respondem por 30% do comércio mundial de trigo.

Fonte R7

Compartilhe essa notícia:
Continue lendo
Propaganda
Programa Entre Falas com Camila Almeida