Conecte-se Conosco

Indaiatuba

Lei visa conscientizar sobre ansiedade e depressão na infância e adolescência

Foto divulgação
Compartilhe essa notícia:

De autoria do vereador Alexandre Peres, texto define que ação seja realizada anualmente em setembro

Indaiatuba agora conta com uma lei que inclui no calendário oficial do município uma Campanha de Conscientização sobre a Depressão e os Transtornos de Ansiedade na Infância e na Adolescência. De autoria do vereador Alexandre Peres (Cidadania), a Lei nº 7.633 de 12 de agosto de 2021, determina que a ação ocorra anualmente em setembro, mês dedicado às ações de combate à depressão e ao suicídio no Brasil.

Segundo o vereador, com a pandemia de Covid-19, aumentaram muito os relatos de pais e responsáveis sobre mudanças no comportamento dos filhos e muitos casos são atribuídos ao isolamento social imposto pela pandemia. “Pesquisas divulgadas recentemente apontam que desde 2020 as crianças têm apresentando mais sinais de ansiedade, como, dificuldade para dormir, compulsão alimentar, medo, tristeza e até mesmo depressão”, comentou.

Ele ressaltou o objetivo da nova lei municipal. “Nossa proposta é justamente alertar toda a sociedade para essas questões, abordar a temática dos transtornos de ansiedade e depressão entre o público infanto-juvenil nas salas de aulas e junto aos pais e professores, para que fiquem atentos. Conhecendo um pouco mais sobre essas doenças, será possível buscar auxílio profissional para que seja feito o diagnóstico e tratamento adequados”, explicou Alexandre.

DADOS

Pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) apontou que uma em cada quatro crianças e adolescentes apresentaram sintomas de ansiedade e depressão durante a pandemia. Divulgado em junho de 2021, o estudo monitorou a saúde mental de 7 mil crianças e adolescentes de todo o País desde junho de 2020. 

Outra pesquisa realizada pelo Datafolha e divulgada no início de agosto apontou que crianças e jovens estão mais tristes, agitados, nervosos e com medo. Encomendada pela Fundação Lemann e Instituto Natura, o estudo ouviu 1.315 responsáveis por mais de 2.100 crianças e adolescentes com idades entre 4 e 18 anos. O resultado mostrou que 94% das crianças ou adolescentes tiveram alguma mudança de comportamento durante a pandemia, 56% ganhou peso, 44% se sentiram tristes e 38%  ficaram mais temerosos.

Propaganda

Compartilhe essa notícia:

O Portal iMais apresenta as principais notícias e informações de Indaiatuba, cidades da região e também fatos relevantes para a população local. Iniciado em 9 de dezembro de 2007, ainda com o nome de Mais Indaiá, é o mais antigo site de notícias de Indaiatuba. Desde o final de 2019 recebeu uma nova roupagem, nome e uma linha editorial mais atrativa aos assuntos de maior interesse aos indaiatubanos.

Continue lendo
Propaganda